Maximus Acesso é destaque na Revista Condomínios

Na edição de Setembro de 2017, o Maximus Acesso é destaque na Revista Condomínios Baixa Mogiana. Na página 33 da 7ª edição da revista, o Maximus é destaque na matéria sobre Controle de Acesso em condomínios.

"Controle de acesso em condomínios

Um dos grandes diferenciais para quem opta por morar em um condomínio fechado é, sem dúvida, a segurança que o local pode proporcionar.

Com a crescente insegurança nas cidades brasileiras, muitas pessoas deixaram de morar em residências comuns e passaram a buscar locais que ofereçam além do conforto, segurança.

Porém, mesmo em condomínios fechados, a preocupação com a segurança, embora menor, não deixa de existir.

Nesse sentido, a tecnologia, a cada dia é mais acessível e está aí para ajudar, podendo ser uma das maiores aliadas dos condomínios.

Softwares e equipamentos para gerenciamento desses ambientes, com informações em tempo real, operando com diversas tecnologias como: biometria, mifare, smart card e até com o reconhecimento facial - última das grandes tecnologias em uso dentro e fora do Brasil estão disponíveis para este público que busca ter mais segurança.

Os softwares de Gestão de Acesso suportam demandas, que vão do controle dos hardwares (equipamento) as mais críticas situações de uso, como: faixa de horário de acesso, liberações de emergência, bloqueio de colaborador, afastado ou demitido, agendamento de visitas, histórico das últimas visitas, controle do período de permanência do visitante e prestadores de serviços, controle e integração do visitante às normas e procedimentos da segurança de cada condomínio ou empresa.

Outro ponto importante diz respeito, em casos de queda de energia, ou falha de comunicação, os sistemas funcionam normalmente. A capacidade dos equipamentos permite o seu funcionamento off-line.

De acordo com o Diretor do CTC (Centro de Tecnologia de Campinas), empresa desenvolvedora do Software Maximus Acesso, Felix de Souza, bons softwares podem ser implantados em condomínios ou em outros ambientes, como empresas, hospitais ou residências.

Na nossa região, o Maximus já foi implantado nos Condomínios Fazenda Paineiras, em Mogi Mirim, Parque Floresta, em Sumaré, e no Serra das Cabras, em Joaquim Egídio.

Outra vantagem é que, caso o cliente prefira, todos os dados, inclusive a operação do sistema, podem ficar em nuvem, eliminado a necessidade de investir em infraestrutura interna, como servidores, storage, banco de dados e backup.

O único ponto restritivo é a disponibilidade no local de banda larga para acesso ao servidor de operação, sendo que em alguns casos, não é possível colocar em nuvem".

Edição Digital da Revista Condomínios Baixa Mogiana: Acesse Aqui

Páginas 18 e 33.

Fonte: Revista Condomínios Baixa Mogiana

Recent Posts